Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

UNITA mantem Congresso para Dezembro e suspende militantes que impugnaram o processo   DIIP desmantela rede de tráfico de seres humanos Mais de 90 quilos de cocaína e crack incinerados pelo SIC Segurança encontrado morto com tiro na cabeça no Cazenga
×

Angola e Turquia acordam em atingir USD 500 milhões em volume de negócios

Angola e Turquia acordam em atingir USD 500 milhões em volume de negócios


 

A Turquia vai conceder uma linha de financiamento a Angola para a execução de empreitadas públicas de infra-estruturas contratadas pelo Estado.

O anúncio foi feito, ontem, em Ankara, pelo Presidente da República, João Lourenço, no final da cerimónia de assinatura de dez acordos em vários domínios entre os Governos angolano e turco.

João Lourenço disse ter solicitado a linha de financiamento ao Presidente Erdogan, que prontamente, nas suas linhas mais gerais, foi imediatamente aceite, restando depois a tramitação burocrática que deve ser feita junto do Eximbank turco.

"Sobre esta situação, em particular, o nosso muito obrigado ao Presidente Erdogan, pelo pragmatismo e rapidez na reacção à nossa preocupação”, sublinhou  o Chefe de Estado, ladeado pelo homólogo turco, Recep Erdogan.

O Chefe de Estado garantiu que o investimento privado turco em Angola "é bem vindo em todos os sectores em que os investidores entenderem existir viabilidade económica”.

Deixou em aberto que a modalidade pode ser de investimento privado puro,  em que o investidor utiliza recursos próprios ou recorre à banca comercial, quer em parcerias público- privadas.

João Lourenço destacou o "ambiente de amizade e fraternidade que o povo turco demonstrou” para com a delegação presidencial, considerando que isso contribuiu para o sucesso da visita.

Ontem, os dois Chefes de Estado tiveram um encontro em privado, seguido de conversações entre as duas delegações governamentais.
Nesses encontros, disse o Chefe de Estado, "aproveitamos passar em revista o estado da cooperação entre os nossos países”.

"Concluímos que é preciso fazermos um esforço no sentido de aumentar, de forma considerável, o nível desta cooperação, daí a razão da assinatura destes dez instrumentos de cooperação que acabamos de testemunhar”.

Considerou que o Acordo de Protecção Recíproca de Investimentos, o Acordo dos Serviços Aéreos, que vai ligar as duas capitais, Luanda e Ankara, e outros acordos que foram assinados vão proteger quer os investimentos privados turcos em Angola como também dos investidores angolanos na Turquia.

Visita do Presidente turco em Outubro

O Presidente João Lourenço anunciou a visita do homólogo turco a Angola em Outubro próximo, no quadro do reforço da cooperação entre os dois países.

João Lourenço considerou que Angola e Turquia devem recuperar o tempo perdido, procurando tirar o máximo proveito da visita e daqui em diante fazer das relações bilaterais algo de substancial, que venha a beneficiar as duas economias e os dois povos.

"Esta determinação é de tal ordem que o Presidente Recep Erdogan vai retribuir esta minha visita à Turquia já dentro de muito pouco tempo. Acordamos que a visita do Presidente Erdogan a Angola vai ter lugar já no próximo mês de Outubro, portanto, seja bem vindo a Angola Senhor Presidente”, disse.

O Chefe de Estado turco considerou que pelo facto de Angola ter uma população de mais de 30 milhões de habitantes e um vasto espaço territorial é um sinal de que os dois países podem andar unidos rumo ao progresso dos dois povos nos vários sectores da vida.

Disse que o encontro com os empresários e homens de negócios turcos que o Presidente João Lourenço vai ter hoje vai ditar a alavanca comercial do futuro dos dois países.

Recep Tayip Erdogan reconheceu que o valor das trocas comerciais entre os dois países, avaliado em 176 milhões de dólares, é muito reduzido, apontando como meta 500 milhões de dólares.

O Presidente turco confirmou a visita a Angola em Outubro, durante a qual se vai fazer acompanhar de em-presários turcos de vários sectores da economia.

  Assinados dez acordos de cooperação

No âmbito da visita do Chefe de Estado à Turquia foram assinados dez instrumentos de cooperação, entre os quais o Memorando sobre a Isenção de Vistos em Passaportes Diplomáticos, de Serviço e Especial, o Acordo no domínio dos Transportes, que vai estabelecer as ligações aéreas entre os dois países, permitindo  que a Turkish Airlines, companhia aérea turca, inicie ligações para Luanda ainda este ano.

Foi igualmente rubricado o Memorando de Entendimento sobre o Estabelecimento de Mecanismos de Consultas Políticas entre o Ministério das Relações Exteriores de Angola e o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia, o Memorando de Entendimento entre a Academia Diplomática do Ministério das Relações Exteriores de Angola e a Academia Diplomática do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República da Turquia.

Consta ainda dos instrumentos assinados o Acordo para a Promoção e Protecção Recíproca de Investimentos entre Angola e a Turquia, o Memorando de Entendimento entre o Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas de Angola e a Organização de Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas da República da Turquia, o Memorando de Entendimento entre o Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás de Angola e o Ministério da Energia e Recursos Naturais da Turquia sobre a Cooperação nos domínios dos Hidrocarbonetos e Mineiro.

Os dois Governos assinaram, ainda, o Memorando de Entendimento entre o Ministério da Energia e Águas de Angola e o Ministério da Energia e Recursos Naturais da Turquia sobre a Cooperação nos domínios das Energias Renováveis e da Eficiência Energética, bem como o Acordo de Serviços Aéreos entre o Governo da República de Angola e o Governo da República da Turquia. O Protocolo de Cooperação entre a Televisão Pública de Angola (TPA) e a Rádio e Televisão da Turquia (TRT) e o Processo Verbal da segunda sessão da Comissão Conjunta sobre Cooperação Comercial, Económica e Técnica Angola–Turquia.

 Homenagem ao "pai da Turquia moderna”

O Presidente da República, João Lourenço, visitou, na manhã de ontem, o Mausoléu Atatürk, lugar histórico onde jazem os restos mortais de Mustafa Kemal Atatürk, líder da Guerra da Independência Turca, fundador e primeiro Presidente da República da Turquia.

Na companhia da Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, e autoridades locais, o Chefe de Estado caminhou 250 metros do pátio que antecede o túmulo, tendo em seguida depositado uma coroa de flores no  sarcófago do antigo líder da Guerra da Independência Turca. Na sequência,  João Lourenço visitou o pequeno museu do memorial, assinou o livro de honra e no final posou para a posteridade, numa fotografia de família.

O Mausoléu Mustafa Kemal Atatürk está localizado na cidade de Ankara, a capital turca, e foi projectado pelos arquitectos Emin Onat e Ahmet Orhan Arda.

C/JA

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados