Polícia perde quadro de referência: Conheça a biografia do Comandante de Cabinda "Eusébio Costa" - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Filho mata a mãe ‘por engano’ no Huambo Lussaty e companhia começam a ser julgados hoje Mais de 40 corpos encontrados num camião abandonado no Texas Beneficiários do BPC Salário descontentes com morosidade denunciam actos de corrupção
×

Polícia perde quadro de referência: Conheça a biografia do Comandante de Cabinda "Eusébio Costa"

Polícia perde quadro de referência: Conheça a biografia do Comandante de Cabinda "Eusébio Costa"


O Estado angolano e o Ministério do Interior em particular, perderam, na última sexta-feira, 13, o delegado provincial do Ministério do Interior e comandante provincial da Polícia Nacional em Cabinda, Comissário Eusébio Costa.

Por: Belchior Resende

O destacado quadro, faleceu durante um voo da companhia aérea TAAG, proveniente de Lisboa, Portugal, onde o oficial havia-se deslocado para tratamento médico.

Biografia

Eusébio Domingos de Almeida e Costa é natural de Benguela e ingressou nas extintas FPLA, em 1974, tendo feito recruta na 1ª Região político-militar no Centro de Instrução militar Mussenga na especialidade de infantaria e ainda o curso de monitor político.
Antes e após a independência participou em várias operações militares com destaque para as operações Quissonde, Café, Restauro.

Em 1977 viu seu comandante e outros companheiros perderem a vida na sequência de uma emboscada onde ele foi ferido e evacuado para Luanda.

Enquanto militar, ocupou vários cargos de chefia como o de chefe político da Direcção Nacional de Inteligência Externa, Comissário Político da comissão do 1º Recrutamento Militar obrigatório do Kuanza-Norte e Chefe político da direcção Nacional de Emigração e Fronteiras de Angola.      

Nos princípios dos anos 90 foi enquadrado na Polícia Nacional onde, entre outros cargos, foi comandante da Unidade de Inspecção do Comando Provincial de Luanda, Comandante da Polícia e Delegado do Ministério do Interior na província de Malange.

Em 2010, antes de ser nomeado Comandante da província de Cabinda onde permaneceu até a sua morte, foi director do Instituto de Ciências Policiais Osvaldo Serra Van-Dúnem e também coordenador do Polo Universitário Agostinho Neto na Polícia Nacional.

Foi ainda chefe da Comissão Central de desarmamento da população civil e representante da Polícia na Comissão conjunta do processo de paz pelo desarmamento.

Entre outras formações civis, militares e policiais, o malogrado tem as Licenciaturas em Ciências Sociais e História.

Mestre em História, fez especialidade de professor de Sociologia e História na Academia Lenine, na Rússia.

Teve ainda Pós-graduação em Direcção Estratégica de Enfrentamento pelo Instituto Superior do Ministério do Interior da República de Cuba.

Tem várias formações de Comando, Chefia e Direcção na Rússia, Portugal e em Luanda com acompanhamento de professores estrangeiros.

Foi também mestrando em curso de Criminologia e Políticas Criminais das Faculdade Internacional de cursos livres-Brasil-Universidade Britsh, assim como fez doutoramentos de Ciências Criminais pelo instituto Superior do Ministério do Interior de Cuba, Eliseo Reyes Rodrigues e em ciências Políticas e Administração Pública pela American Wolrd University.  

O oficial superior vai hoje a enterrar, em Luanda. O NA MIRA DO CRIME traz mais detalhes das exéquias nas próximas horas.

C/Club K

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados