Detido cidadão vietnamita por tráfico de marfim e chifres de rinoceronte - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Novo aeroporto tem capacidade para movimentar 15 milhões de passageiros por ano LIMA realiza segunda reunião ordinária com olhos postos no empoderamento da mulher NOTA NEGATIVA: Péssimo trabalho do GCI-MININT condiciona trabalho da Imprensa Cidadão nigeriano detido pelas forças policiais de Belas com mais de cem placas electrónicas furtadas  
×

Detido cidadão vietnamita por tráfico de marfim e chifres de rinoceronte

Detido cidadão vietnamita por tráfico de marfim e chifres de rinoceronte


O Serviço de Investigação Criminal, através do seu Departamento de Investigação Criminal no Aeroporto Internacional de Luanda, em coordenação operativa com outras forças do sistema de segurança do mesmo aeroporto, deteve na última sexta-feira (23), na sala de embarque, um passageiro de nacionalidade vietnamita, identificado por Zung, solteiro de 30 anos, por factos que configuram  crimes de agressão ambiental

Por: Alfredo dos Santos Talamaku

Segundo Manuel Halaiwa, Superintendente-chefe de Investigação Criminal, o indivíduo foi detido por ter sido flagrado em posse de 26 quilos e 06 gramas de marfim trabalhado em argolas, pulseiras e colares, quatro chifres de rinoceronte não trabalhado, com o peso de 06 quilos e 06 gramas (6.6 kg) e 05 rolos de fio da cauda de elefante, com o peso de oito gramas, transportados em duas malas, sem ticket.

Há a referir que a detenção ocorreu no momento do embarque de passageiros do Voo EK-794, da companhia aérea Emirates Airlines, que seguia para Dubai.  Entretanto, o SIC apurou de forma preliminar que o cidadão ora detido, terá sido recrutado para o transporte deste produto, pois, está no país há apenas 05 dias, e pretendia regressar à procedência pela mesma rota usada na entrada ao país: Vietname/ Dubai/ Luanda, já com o produto em sua posse.

Diante da gravidade dos factos, recebeu ordem de detenção, o produto foi apreendido como matéria probatória do crime, enquanto diligências prosseguem para determinar e deter mais envolvidos neste crime.

Salienta-se que o cidadão ora detido será presente ao Ministério Público para ulteriores trâmites processuais.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados