Fim de 'Balotelli' - Líder do grupo UTC morto à facada e cortado pénis pelo grupo rival - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Novo aeroporto tem capacidade para movimentar 15 milhões de passageiros por ano LIMA realiza segunda reunião ordinária com olhos postos no empoderamento da mulher NOTA NEGATIVA: Péssimo trabalho do GCI-MININT condiciona trabalho da Imprensa Cidadão nigeriano detido pelas forças policiais de Belas com mais de cem placas electrónicas furtadas  
×

Fim de 'Balotelli' - Líder do grupo UTC morto à facada e cortado pénis pelo grupo rival

Fim de 'Balotelli' - Líder do grupo UTC morto à facada e cortado pénis pelo grupo rival


Um cidadão de 21 anos de idade, identificado por Gelson Moniz, mais conhecido por Balotelli, foi brutalmente espancado até à morte, neste domingo, 25, por elementos do grupo rival denominado 'Os Câmbios', durante uma sequência de confrontos que já perduram meses, no bairro Agostinho Neto, Distrito Urbano do Kalawenda, município do Cazenga.

Por: Mário Cunha

De acordo com o tio do malogrado, Manuel António Moniz Francisco, de 38 anos de idade, o infortúnio teve início por volta das 2 horas, "nas 5 Curvas", quando Balotelli e um dos seus amigos foram surpreendidos, por elementos do grupo 'Câmbios'.

"Vinham de uma convivência de amigos e após o acompanhante do malogrado ter escapado da encruzilhada, começaram a lhe esfaquear no rosto, deram-lhe com uma pedra da cabeça, cortado o pénis e, estando ainda a respirar, arrastaram-no até à porta do amigo dele, quando eram cinco horas".

Já um dos amigos de Balotelli residente no Rangel, sem se identificar, disse que, "Balotelli acabou de morrer por volta das sete horas.

Manuel Moniz, consciente das arruaças do sobrinho no bairro Agostinho Neto e BCA, afirmou que "Balotelli e os seus amigos fumavam, roubavam e a qualquer hora do dia saqueavam qualquer cidadão que cruzasse o seu caminho".

Acrescentou dizendo que, muito recentemente, o amigo agora foragido, fê-lo ir à cadeia, porque foram encontrados com uma arma de fogo com que realizavam assaltos.

Dona Jú, tia do malogrado, residente no distrito do Rangel, apesar do sobrinho ser o que era, lamenta as circunstâncias da sua morte e pede justiça.

O NA MIRA DO CRIME sabe que Gelson Moniz ou simplesmente Balotelli vivia no município de Luanda, distrito urbano do Rangel, bairro Nelito Suares, rua Lino Amezaga, pertenceu e liderou um grupo de marginais denominados 'UTC' localizado no bairro Agostinho Neto arredores da BCA, na rua do Bom Deus e deixa dois filhos menor de cincos.

Já os 'Câmbios' estão localizados no mesmo bairro, na 'rua do Mileva', e integram elementos perigosos como Mauro Dibo, Lídio Py, PK e o Pumangol.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados