Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Promotores de prostituição de adolescentes detidos em Luanda Desmantelada rede de tráfico de marfim no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro Detidos efectivos das Forças Especiais que comercializam munições de AKM Polícia começou a "desarmar" empresas de segurança
×

"Disparem contra as pernas dos migrantes" - Trump

"Disparem contra as pernas dos migrantes" - Trump


Vala de água cheia de jacarés e um muro eletrificado com espinhos no topo foram algumas das medidas propostas por Trump.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu balear migrantes nas pernas com o objetivo de os atrasar depois de cruzarem a fronteira entre os EUA e o México, avança o The New York Times.

Tudo aconteceu em março passado durante uma reunião na sala Oval da Casa Branca onde Donald Trump se reuniu com os seus conselheiros.

O The New York Times chegou à conversa com vários funcionários da Casa Branca e do Governo dos EUA diretamente envolvidos nos eventos que Trump promoveu naquela semana de março.

Trump falou sobre os vários planos que tinha para fortalecer o muro na fronteira com o México. Entre eles estaria a criação de uma vala cheia de água, abastecida com cobras ou jacarés. Os assessores de Donald Trump chegaram mesmo a fazer estimativas de custos para esta medida.

Outra medida consistia numa parede que fosse eletrificada, com espinhos no topo para que perfurassem a carne humana.

Apesar de ter sugerido balear os migrantes se estes atirassem pedras contra os soldados, Trump recuou na medida quando a sua equipa lhe confessou que essa ação seria ilegal. Mais tarde, sugeriu apenas balear-lhes as pernas para os atrasar. Os assessores também recusaram a medida por ser ilegal.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados