Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Capturado mentor do assalto ao camião de trigo na Via Expressa Dirigentes da UNITA temem concorrer com ACJ para não serem rotulados como traidores Exclusivo: Sakala e Katchiungo ‘escondem’ a sete chaves cartada final para o Congresso da UNITA Cazenga: Jovem encontrado morto com os dedos cortados e um rasgão com a letra M nas costas
×

Ex-militar mata quatro pessoas no sudeste dos Estados Unidos

Ex-militar mata quatro pessoas no sudeste dos Estados Unidos


Bryan Riley, de 33 anos, entregou-se à polícia após intenso tiroteio e disse que era um sobrevivente. Entre as vítimas estava uma criança de três meses.

Pelo menos quatro pessoas foram mortas a tiro, no centro do estado da Florida (sudeste), por um antigo atirador furtivo do exército dos Estados Unidos, disse no domingo a polícia.

O suspeito, identificado como Bryan Riley, matou um homem de 40 anos, uma mulher de 33 e o filho de três meses e a avó da criança de 62 anos, numa área residencial do condado de Folk, na Florida, indicou o xerife Grady Judd.

Bryan Riley, de 33 anos, que envergava um colete à prova de balas, também feriu uma rapariga de 11 anos antes de se entregar à polícia após um intenso tiroteio, acrescentou.

Veterano das guerras no Iraque e no Afeganistão, o homem disse à polícia que era "um sobrevivente" e tinha estado a usar metanfetaminas.

Ferido no tiroteio, o antigo militar foi levado para um hospital local, onde tentou novamente atacar a polícia e teve de ser sedado.

Depois de receber assistência médica, foi transferido para uma prisão local. A polícia desconhece o motivo do ataque, estando em curso uma investigação, adiantou Judd.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados