Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

UNITA mantem Congresso para Dezembro e suspende militantes que impugnaram o processo   DIIP desmantela rede de tráfico de seres humanos Mais de 90 quilos de cocaína e crack incinerados pelo SIC Segurança encontrado morto com tiro na cabeça no Cazenga
×

Cazenga: Jovem encontrado morto com os dedos cortados e um rasgão com a letra M nas costas

Cazenga: Jovem encontrado morto com os dedos cortados e um rasgão com a letra M nas costas


Um jovem de 22 anos de idade, de nome  Terêncio Pedro Simão, foi encontrado morto, na manhã de segunda-feira, 18, nas imediações da cacimba, bairro Patrício, município do Cazenga.

Por: Carlos Quicuca

De acordo com amigos da vítima, o malogrado alugou a sua residência há poucos dias naquela zona, onde vivia com a mulher e a filha de um ano de idade.

Na madrugada de domingo, 17, por volta das 2horas, Simão convivia com os novos vizinhos e familiares, quando de repente decidiu ir para casa, porém, o que o mesmo na sabia, é que horas antes, na mesma zona, dois grupos rivais, no caso os "K de kota” e os “Rebeliões” haviam se confrontado, tendo um dos grupos assassinado um dos integrantes do adversário.

“Não sabemos se foi um dos destes grupos que mataram o jovem, mas aqui, no bairro, são os mais perigosos e os que têm praticado estas acções”, denunciou um dos moradores que não quis ser identificado. “Ele estava embriagado quando decidiu ir embora, ainda tentamos a todo custo convence-lo a dormir na casa da tia onde vivia, mas não aceitou”, disse o amigo que estava com o malogrado, minutos antes de ser assassinado. 

Na zona, pudemos perceber que os dois grupos de bandidos actuam em direções opostas.

Os “K de kota” actuam em toda extensão do Nzamba 4 e os “Rebeliões” em toda extensão próxima a "fábrica de postiço".

Pessoas vivem junto ao local do crime dizem que ouviram gritos de socorro e muito barulho minutos antes do jovem perder a vida.

 Quando mais tarde saíram, encontraram Terêncio já sem vida,  sem cinco dedos da mão esquerda, com cortes de catana  na nuca. Segundo contam,  parecia que os bandidos queriam arrancar a cabeça do infeliz. Moradores afirmam que não é o primeiro caso do gênero naquela zona.

O NA MIRA sabe o corpo do jovem só foi recolhido pelo carro do SIC, apenas às 14 horas de segunda-feira, 18.  

Ti Elizeu é tido como o mais temido dos “K de kota”, o grupo é ainda apelidado com “as lendas dos homicídios”, de acordo com jovens do bairro, o nome lhes foi atribuído pelo facto de frequentarem uma casa abandonada, onde se pode observar o desenho de uma caveira e uma panela preta no meio da sala.

Já os “Rebeliões” são conhecidos por fazerem constantemente confusão nos bares ao redor do bairro.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados