Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

UNITA mantem Congresso para Dezembro e suspende militantes que impugnaram o processo   DIIP desmantela rede de tráfico de seres humanos Mais de 90 quilos de cocaína e crack incinerados pelo SIC Segurança encontrado morto com tiro na cabeça no Cazenga
×

"Panina" rasga o peito da ‘amiga’ com metade de prato de vidro por ciúmes

"Panina" rasga o peito da ‘amiga’ com metade de prato de vidro por ciúmes


Uma luta entre dois jovens homossexuais, que supostamente namoravam a mesma pessoa, terminou em morte.

Por: Matias Miguel

O triângulo de amor era composto por Joaquim Cassange, de 25 anos de idade (assassino) mais conhecida por Neusa, e José Joya, de 23 anos de idade (vítima), e uma terceira pessoa (namorado dos… das duas) ambas residentes no Zango 3-B, Ilha Seca, distrito urbano do Zango, município de Viana.

Segundo uma das ‘amiga’ da vítima, as escaramuças entre ‘as duas’ já vinha de algum tempo, principalmente quando a Neusa descobriu que namorava o mesmo homem que a amiga.

“No sábado, 06, estávamos na discoteca Xiabar, e por volta das 23h00, a discussão começou, quando a Joya estava a dançar rente ao pénis do namorado da Neusa”. Lembrou a amiga, acrescentando que, no local, depois da intervenção das amigas, o caso parecia ter terminado.

No entanto, no dia seguinte, domingo, 7, a discussão reatou, e quando as duas estavam prestes a lutar, a homicida partiu um prato, e de seguida espetou a ponta no peito da vítima.

“Aquilo foi muito feio, a Neusa estava com muita raiva, digo isso porque, o golpe foi tão profundo que até rasgou o coração, ela espetou e rasgou”. Segundo a nossa entrevistada, Joya teve morte imediata, caiu sem hipóteses de ser socorrida.

Corpo só foi removido nove horas depois

 “O copro ficou no chão durante nove horas, das 7 às 16, ainda por cima num dia de chuva”, lamentou.  O NA MIRA DO CRIME sabe que a homicida já está detida.

 

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados