Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Militares do Burkina Faso confirmam tomada de poder e dissolução de Governo e parlamento Huíla: Secretário da UNITA acusado de burla afastado do partido Luanda comemora hoje o 446º aniversário Detido director-adjunto da escola “Povo em Luta” por engravidar e provocar aborto de uma aluna de 14 anos de idade
×

Comerciante aluga viatura para compra de mercadoria e acaba assassinada pelo motorista

Comerciante aluga viatura para compra de mercadoria e acaba assassinada pelo motorista


Dois cidadãos nacionais com as idades compreendidas entre 29 e 31 anos de idade, assassinaram, no dia 10 do corrente mês, na província do Cuanza Sul, uma cidadã de 51 anos de idade, comerciante, que procurava por negócio de milho.

Por: Belchior Resende

De acordo com fonte da Investigação Criminal naquela parcela do país, tudo aconteceu no domingo 10, do mês de Outubro, do presente ano, quando a vítima, proveniente da província de Benguela, concretamente no município do Lobito, escalou o município do Porto-Amboim, Cuanza-Sul com objectivo de comprar milho.

Assim que chegou a uma localidade onde normalmente é comercializado o produto, a senhora foi coagida pelos homicidas a ir procurar o produto numa fazenda, sob pretexto que o preço era menor.

“Um dos homicidas abordou a vítima a partir da praça com alegações de que seu pai tinha milho à venda numa Fazenda localizada no bairro do Calele, daí foram até a referida localidade, desviaram a rota e posto num matagal, anunciaram o assalto, em que um dos meliantes desferiu golpes na cabeça da vítima, que conheceu morte imediata”, informou a fonte. Depois de morta, os bandidos arrastaram o corpo até a uma vala onde esconderam o cadáver.

Notando a ausência da senhora, uma das amigas que tinha viajado com a malograda, em coordenação com familiares da mesma, accionaram o SIC que, em coordenação com o DIIP, realizaram diligências a volta do caso e culminou com a localização e detenção dos acusados.

Depois de detidos, os assassinos descobriram que mataram a senhora para se apoderar de 1 milhão e Setecentos e Cinquenta mil Kwanzas que seria para a compra do negócio.

Ainda assim, o SIC procedeu a reconstituição do crime para a veracidade dos factos. Nesta altura, os criminosos estão presos e aguardam julgamento.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados