Polícia detém Cidadãos por fazerem justiça por mãos próprias - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Mototaxistas tentam invadir Comando Municipal de Viana Sexo e bebedeiras no posto de Polícia: Agente da polícia espanca namorada no interior da esquadra Sobrinho que matou o tio por causa de 2 milhões de kwanzas condenado a 20 anos de cadeia Oito meses de Cadeia: Tribunal do Dande condena grupos de bandidos envolvidos em rixas
×

Polícia detém Cidadãos por fazerem justiça por mãos próprias

Polícia detém Cidadãos por fazerem justiça por mãos próprias


O Serviço de Investigação Criminal (SIC), no Panguila, província do Bengo, deteve 04 cidadãos nacionais com idades compreendidas entre os 20 e 32 anos, por crimes de homicídios simples e qualificado.

Durante buscas dirigidas, realizadas nos dias 19 e 21, que incidiu nos Bairros Kissomeira e Apóstolos, na via pública, em cumprimento de mandados de detenção emitidos pela PGR no Bengo, os cidadãos em referência foram acusados nos crimes de homicídio simples na forma tentada e homicídio qualificado em razão dos motivos, ocorridos nos dias 19 de Setembro e 17 de Dezembro de 2021, na via pública, em que foram vítimas dois cidadãos nacionais, na região do Panguila, município do Dande.

Os referidos crimes terão ocorrido, nas circunstâncias em que uma das vítimas foi flagrada a furtar utensílios domésticos na porta de uma residência, tendo sido perseguida por um dos acusados, que depois de o alcançar, na companhia de outros elementos prófugos, o agrediram fisicamente e depois de amarrarem a vítima numa árvore, colocaram pneus, combustível e atearam fogo.

Já no segundo caso, em que a vítima foi flagrada presumivelmente em estado de embriaguez, transportando consigo um saco de fuba de milho, pertença de um dos acusados, foi supostamente agredido com objectos contundentes que o atingiram nas regiões do abdómen e craniana, o que o levou à morte horas depois.

De realçar que a detenção dos acusados, só foi possível devido a um trabalho de inteligência policial e das denúncias da população, e que diligências estão em curso para a localização e detenção de outros cidadãos envolvidos nos referidos crimes.

Segundo uma nota a que este Jornal teve acesso, os acusados serão presentes ao Ministério Público para os devidos procedimentos legais.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados