Taliban: Perícia determina que cidadão morto na cadeia foi agredido por reclusos  - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Novo aeroporto tem capacidade para movimentar 15 milhões de passageiros por ano LIMA realiza segunda reunião ordinária com olhos postos no empoderamento da mulher NOTA NEGATIVA: Péssimo trabalho do GCI-MININT condiciona trabalho da Imprensa Cidadão nigeriano detido pelas forças policiais de Belas com mais de cem placas electrónicas furtadas  
×

Taliban: Perícia determina que cidadão morto na cadeia foi agredido por reclusos 

Taliban: Perícia determina que cidadão morto na cadeia foi agredido por reclusos 


Depois de ter criado alguma celeuma, a perícia feita pelas autoridades competentes concluiu que Lázaro Francisco Miguel, também conhecido por Taliban, encontrado morto no dia 12 de Novembro do ano em curso, numa das celas da esquadra policial do Santo António, município do Cazenga, foi agredido por colegas de cela.

Por: Ngunza Chipenda 

O Malogrado, de 28 anos de idade, que residia no bairro dos Ossos, tinha sido detido pelo crime de Roubo Qualificado de uma pasta que continha  no seu interior 20 mil Kwanzas e diversos documentos, com recurso à arma branca, tipo (faca), na via pública.  

No referido crime, em que foi lesada a cidadã Noémia Manuel, de 47 anos de idade, segundo a polícia, estão envolvidos mais dois indivíduos já detidos.  

As autoridades competentes já instauraram um processo-crime contra os autores confessos, a ser remetido posteriormente à PGR. 

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados