Marginais cortam pescoço de jovem com caco de garrafa e matam desmobilizado das FAA - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

NOTA NEGATIVA: Chineses ‘avacalham’ angolanos em solo pátrio sob olhar impávido das autoridades Irmão de C4 Pedro e filho do PCA da Gesterra: Bandidos provenientes de famílias com ‘posses’ capturados durante assalto na Via Expressa Centro de Saúde 'Palanca II' com casas de banho sem condições de higiene Corrupção na Inspecção do Comando Geral: Trânsitos obrigados a pagar 600 mil Kwanzas para evitar processo disciplinar
×

Marginais cortam pescoço de jovem com caco de garrafa e matam desmobilizado das FAA

Marginais cortam pescoço de jovem com caco de garrafa e matam desmobilizado das FAA


Dois grupos de marginais que actuam no município de Luanda, bairro Margoso, assassinaram de forma fria e bárbara dois cidadãos nacionais de 18 e 67 anos de idade.

Por: Solange Figueira

No primeiro caso, o jovem Francisco Luís Orlando, de 18 anos de idade, técnico de frio, regressava para sua residência por volta das 23 horas do dia 5 de Dezembro, quando foi interpelado no bairro Margoso, rua do Chabá, POR integrantes da Associação Criminosa denominada "Os Segredos", numa composição de 20 marginais.

Ao ser assaltado, a vítima reagiu e foi ferido com gravidade com cacos de garrafa na região do pescoço, tendo perecido no local.

Uma acção aturada dos operativos do SIC-Luanda, colocados no Distrito Urbano da Maianga, localizaram e procederam a detenção no passado dia 6 de Janeiro de 5 marginais pertencentes Ao grupo, que estão relacionados directamente com a morte do jovem. Estes bandidos estão ainda implicados em crimes de assaltos a mão armada em residências e na via pública.

Segundo o Porta-voz do SIC-Luanda, Superintendente-chefe, Fernando de Carvalho, o segundo crime ocorreu no passado dia 1 Janeiro, no Distrito Urbano da Maianga, bairro Catinton e foi vítima o cidadão que em vida atendia pelo nome Luís Tinha Pascoal, de 67 anos de idade, desmobilizado das FAA.

De acordo com o oficial, tudo aconteceu quando o grupo de bandidos de nome "Os Fortaleza do Catinton", numa composição de 27 elementos, cobravam de forma agressiva valores monetários a moto-taxistas, para realização do óbito de um dos membros da referida associação.

Um dos filhos do malogrado interveio em defesa de um moto-taxista e acabou por ser agredido com facas e outros objectos.

Refugiando-se para o interior da sua residência, os marginais seguiram o jovem, onde surgiu o pai a pedir satisfação aos bandidos. Por sua vez, os marginais não pouparam o idoso e agrediram-no de forma brutal com facas de cozinha e catana na região craniana e pescoço, morrendo no local.

O NA MIRA DO CRIME sabe que os integrantes desta associação são useiros na prática de rixas, assaltos na via pública e em residências, e têm várias passagens pela Polícia. O SIC-Luanda deteve 7 integrantes do grupo

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados