Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

UNITA mantem Congresso para Dezembro e suspende militantes que impugnaram o processo   DIIP desmantela rede de tráfico de seres humanos Mais de 90 quilos de cocaína e crack incinerados pelo SIC Segurança encontrado morto com tiro na cabeça no Cazenga
×

Trabalhadores do Instituto Médio de Ciências Policiais "Pitra Petroff" acusam Comissário Laureano de nepotismo

Trabalhadores do Instituto Médio de Ciências Policiais "Pitra Petroff" acusam Comissário Laureano de nepotismo


Alguns funcionários do instituto acima referido dizem-se agastados com a direcção.

Falando sob anonimato ao Na Mira do Crime, os trabalhadores denunciaram “algumas más-práticas” do Director do Instituto, Comissário Correia Laureano (Escurinho), por ter, por exemplo, nomeado a sua esposa, Intendente Maria da Conceição Evalize, como chefe dos Recursos Humanos daquele Instituto, que, acusam, trata-se de um “nepotismo descarado”.

Por outra, acrescentam os funcionários, existem duas funcionárias que estão “fora do serviço há 5 anos, mas que recebem os seus salários normalmente, sem desconto nenhum”, contaram, apontando uma destas funcionárias como sendo “comadre do director, que reside em Portugal, e alega que está com o filho doente”, porém, dizem, “nem uma guia médica deixou no Instituto para justificar a sua ausência.

“A outra trabalhadora que está ausente do seu posto de trabalho há bastante tempo”, queixaram, é a esposa do Subinspector Yuri, a agente Teresa.

De acordo com os funcionários, Maria da Conceição Evalize, esposa do director “Escurinho”, é gerente do Restaurante do Instituto, “agora que o Instituto vai passar para Academia, descobrimos que mais de 10 funcionários da chefe dos recursos humanos eram pagos pelo Ministério do Interior, enquanto trabalhavam para a Senhora”.
Segundo os empregados, estes mesmos trabalhadores estão a ser inseridos nos Departamentos do Instituto.

Eis os nomes dos funcionários inseridos

Zeferino foi colocado na cozinha, Domingas na Biblioteca , Regina no Protocolo, Domingos ( Mingo) no refeitório , Sony nas Finanças , Celestino na Secretaria , Geny no refeitório , José( Zé ) que andava com o táxi da chefe, agora está colocado nos Recursos Humanos.

0 Laureano (chará) do Comissário e antigo funcionário de Evalize, foi colocado nos Recursos Humanos, Alberto Chivela, na Padaria. Por último, a ex-funcionária da chefe do RH, Adélia, está colocada no refeitório.

Comissário nega acusações e diz que já houve inspecção do CGPN por causa destas informações

Contacto via telefone pelo NMC, o responsável pelo Instituto Médio de Ciências Policiais - Comandante Santana André Pitra " Petroff", fez saber “este caso já vem a ser falado há cinco anos, inclusivé o Comando-geral da Polícia Nacional enviou a Inspecção da Polícia no instituto para averiguar”, disse.

“Abriu-se um processo de averiguação e não se constatou nada disso que andam aí a falar, por isso é que se arquivou o respectivo processo”.

Segundo o oficial, no seio dos funcionários há pessoas que trabalham e aquelas que não trabalham então ficam a inventar algumas calunias.

“Abri um processo sobre injúria e difamação e sei às pessoas que estão a criar estes aspectos. Isto existe há cinco anos e estão a tentar levantar o mesmo problema”.
Quanto a nomeação da sua esposa para direcção dos Recursos Humanos, a alta patente da Polícia Nacional admitiu que sim, sublinhando que a mesma é funcionária da escola há mais de 8 anos.

Trabalhadores no estrangeiro

Sobre este pormenor, o comissário Laureano explicou que existe, sim, uma funcionária que está fora há dois anos, com o filho gravemente doente e foi autorizada pelo Comandante-geral. “Está fora acompanhando o tratamento do filho, e porque na polícia não se sai apenas por sair, ou a pessoa pede licença sem salário ou pede licença até cinco anos”, elucidou.

“Não existe restaurante no Instituto, existia uma cantina que vendia sandes, e estes não são funcionários da dona Eveline, são funcionários da instituição e os rendimentos que eram obtidos daí, eram alocados na organização”, sentenciou.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados