Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Polícia começou hoje a "desarmar" as empresas de segurança Cuito: Detido cidadão que matou adolescente e deitou corpo na fossa Gangues tiram o sono aos moradores do Zango III Marginal “abatido” por supostos agentes do SIC na Estalagem
×

GRECIMA: Rabelais e Hilário desviaram mais de 22 biliões de kwanzas em apenas 12 meses

GRECIMA: Rabelais e Hilário desviaram mais de 22 biliões de kwanzas em apenas 12 meses


O ministério Público anunciou hoje nas alegações finais em tribunal, que Manuel Rabelais e Hilário Santos defraudaram o Estado angolano em mais de 22 mil milhões de kwanzas.

Segundo o MP, só em um ano, entre 2017 e 2018, Rabelais gastou 429 mil euros na compra de roupas, e comprou uma mansão em Portugal.

Durante a apresentação das alegações finais, em tribunal, o MP deu nota que os arguidos devem ser apenas condenados pelos crimes de peculato e branqueamento de capitais, porque o crime de recebimento indevido de vantagens, de que foram anteriormente acusados, foi agora despronunciado. Desta forma, os arguidos podem ser condenados entre os 5 e os 14 anos de prisão

O antigo director do Gabinete de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional e Marketing da Administração (GRECIMA), Manuel Rabelais, e o seu adjunto, Hilário Santos, são acusado pelo Ministério Público (MP) de ter transformado aquela instituição em casa de câmbio e de se ter apropriado de avultadas somas de dinheiros em benefício próprio. 

Lembra-se que ex-presidente da República, José Eduardo dos Santos, em carta dirigida ao Tribunal Supremo, disse nada saber das operações do GRECIMA, porque o acompanhamento era feito pelo antigo chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, General Manuel Hélder Vieira Dias Júnior "Kopelipa”.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados