XTAGIARIOUS: SIC apreende mais de 25 residências, quintas, clínica, lojas, terrenos e viaturas de - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Novo aeroporto tem capacidade para movimentar 15 milhões de passageiros por ano LIMA realiza segunda reunião ordinária com olhos postos no empoderamento da mulher NOTA NEGATIVA: Péssimo trabalho do GCI-MININT condiciona trabalho da Imprensa Cidadão nigeriano detido pelas forças policiais de Belas com mais de cem placas electrónicas furtadas  
×

XTAGIARIOUS: SIC apreende mais de 25 residências, quintas, clínica, lojas, terrenos e viaturas de Edson de Oliveira   

XTAGIARIOUS: SIC apreende mais de 25 residências, quintas, clínica, lojas, terrenos e viaturas de Edson de Oliveira   


O Serviço de Investigação Criminal (SIC), através da sua Direcção Central de Combate aos Crimes Financeiros e Fiscais, em sequência investigativa em torno do processo-crime em curso, em que é arguido o cidadão Edson Caetano de Oliveira, proprietário da empresa Xtagiarious Finance, Lda, mediante mandados de revista, buscas e apreensões, procedeu, na manhã desta quarta-feira, 16 de Novembro, no Distrito Urbano do Zango, na comuna de Calumbo e localidade do Kikuxi, à apreensão de vários bens.

Por: NA MIRA DO CRIME

O destaque recai para 26 residências do tipo T3 e T2, destas 18 inacabadas no Projecto Cajueiro, Zango 4; duas quintas, sendo uma na localidade do Kikuxi e outra na comuna do Calumbo; 04 terrenos de grandes dimensões, no Zango 3, 4 e 5; 4 viaturas, sendo duas top de gama, um Range Rover, um BMW e dois Nissan.

Foram também apreendidos uma clínica e duas lojas, no Zango 3.

Importa referir que depois da detenção do arguido, no dia 5 de Outubro de 2022, por recebimento de valores estimados, até ao momento, em mais de 5 mil milhões de Kwanzas, a mais de 3 mil cidadãos, esta apreensão resulta do despacho do Ministério Público que emergiu no quadro da necessidade de se apreender todos os bens afectos ao arguido, que foram adquiridos com dinheiro resultante da acção ilícita.

De salientar que diligências prosseguem, visando determinar a existência de mais bens objectos desta acção criminosa.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados