Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

UNITA mantem Congresso para Dezembro e suspende militantes que impugnaram o processo   DIIP desmantela rede de tráfico de seres humanos Mais de 90 quilos de cocaína e crack incinerados pelo SIC Segurança encontrado morto com tiro na cabeça no Cazenga
×

Os pais avisaram os filhos: Criminalidade em Viana sob controlo de Kapusso

Os pais avisaram os filhos: Criminalidade em Viana sob controlo de Kapusso


Depois de há algumas semanas o Comandante Municipal da Polícia Nacional e Delegado do Ministério do Interior em Viana, Jorge dos Santos Kapusso ter alertado aos encarregados de educação que a situação “ia azedar para os filhos bandidos”, parece que houve uma certa calmia e os marginais tomaram em conta o aviso.

Por: Matias Miguel

De tempo a esta parte, Viana sente um desfogar de crimes, pelo menos é isso que foi dado a entender ao NA MIRA DO CRIME, pelo Subcomissário Kapusso. "Eduquem os vossos filhos para que depois não venham chorar no Comando”, lançamos este repto aos encarregados dos meninos em conflito com a lei, no sentido de controlarem mais os seus filhos”, observou o oficial superior da Polícia, acreditando que, muitas vezes, os pais não sabem em que ambientes e grupos os filhos estão envolvidos.

“Quando falamos isso, sabíamos que o nível de mobilidade tinha de mudar, e melhorou, acredito que até o mês de Dezembro teremos muito mais sossego”.

De acordo com o Comandante, a advertência foi no sentido avisar já “os fora da lei, teriam que teriam que ter muita perna para suportar a velocidade da Polícia”.

O Subcomissário, por outro lado, aponta a densidade populacional e a extensão geográfica do município como factor que joga a desfavor de um combate cerrado aos crimes.

No entanto, sublinha que, face ao empenho dos seus efectivos, da entrega que cada um oferece tem sido possível controlar os focos com maior preocupação.

Neste sentido, a entidade aponta   está preocupada com os crimes que acontecem dentro do seio familiar ou dentro de um circulo de conhecimento.

“São nestes grupos onde saem as rixas e os crime passionais. Viana tem acima de quatro milhões de habitantes, a Polícia com os parcos recursos que tem, tem vindo a dar o máximo no sentido de estancar criminalidade”, disse, admitindo existir ainda duas frentes que o preocupam.

“No km 30 e a fronteira com o município de Cacuaco temos enfrentado alguns problemas, mais que considero ultrapassado, já que nas últimas 72 horas, com efectivos e meios no terreno, aproveitamos deixar uma mensagem a juventude, a dizer que o crime não compensa”, avisou.

 

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados