SIC desmantela rede que vendia baterias com selo da Tudor - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Sobrinho que matou o tio por causa de 2 milhões de kwanzas condenado a 20 anos de cadeia Oito meses de Cadeia: Tribunal do Dande condena marginais envolvidos em grupos de rixas Restos mortais do Comissário Eusébio repousam no campo santo da Sant’Ana Justiça portuguesa solta viúva de João Rendeiro
×

SIC desmantela rede que vendia baterias com selo da Tudor

SIC desmantela rede que vendia baterias com selo da Tudor


O Serviço de Investigação Criminal em Luanda recentemente, uma rede criminosa, composta por 9 elementos, com idades compreendidas entre os 26 aos 56 anos, que se dedicavam ao uso de selos e facturas falsificadas da marca Tudor.

Por: Belchior Resende

De acordo com o SIC, o grupo fazia comércio ilegal, levando os cidadãos a comprar produto contrafeito.

Segundo o Superintende de Investigação Criminal e Porta-voz do SIC-Geral, Manuel Halaiwa, a detenção ocorreu mediante denúncia apresentada pela empresa Jota Car Indústria e Comércio Lda, que é representante legal  da marca Tudor em Angola.

De acordo com o oficial, os detidos comercializavam baterias de outras marcas rotulando com o selo da Tudor, aliciando desta forma os clientes a adquirirem produtos adulterados.

Diante destes factos, o SIC desencadeou acções investigativas que culminaram com a localização e detenção em flagrante delito dos 9 indivíduos e a apreensão de 14 baterias, 3 carregadores de baterias, 27 selos da marca Tudor falsificados, 1 computador, uma pen drive e 18 facturas falsificadas, como matéria probatória do crime.

Por outro lado, e no mesmo período, foram detidos dois cidadãos estrangeiros, congoleses Democrata, seguranças privados, por furto, no local de serviço de 2 toneladas de plástico, num armazém de reciclagem de plástico em Viana. Salientar que os cidadãos ora detidos foram presentes ao Ministério Público que aplicou-lhes a medida de Coacção Pessoal de prisão preventiva, enquanto diligências prosseguem para esclarecimento total deste crime.

 

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados