Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Polícia começou hoje a "desarmar" as empresas de segurança Cuito: Detido cidadão que matou adolescente e deitou corpo na fossa Gangues tiram o sono aos moradores do Zango III Marginal “abatido” por supostos agentes do SIC na Estalagem
×

Famílias inteiras podem morrer de fome no sul de Angola

Famílias inteiras podem morrer de fome no sul de Angola


Apesar dos gestos de solidariedade com as vítimas da seca no sul do país, a fome e doenças continuam a ameaçar milhares de famílias que vêem as suas vidas por um fio.

Por: Lito Dias

Namibe, Huíla e Cunene são as províncias afectadas pelo fenómeno da seca acarretando consigo todas as consequências. Aí já não se fala tanto da morte do gado, já que o que está a preocupar é a perda de vidas humanas.

Nos últimos dias, o epicentro da fome, no Namibe, é o município da Bibala, onde centenas de famílias dificilmente conseguem uma refeição ao dia.

A alternativa tem sido frutos silvestres que, nessa época, também escasseiam. As raízes e gafanhotos são alternativa "assassina", já que alguns organismos, principalmente de crianças, são alérgicos a determinados insectos.

Este portal recebeu um alerta de um dos moradores da Bibala que revelou haver casos de famílias que já não conseguem se locomover; dependem da ajuda de outras pessoas, também já debilitadas.

Na localidade de Jaú, na província da Huíla, o cenário é igualmente desolador; já se fala de morte, por fome e doença, de três membros da mesma família.

Segundo a nossa fonte, as autoridades administrativas já sabem da ocorrência. "A ajuda que se precisa deve ser direccionada não só para os sobreviventes daquela família que perdeu os seus ente-queridos, mas também para outras que estão na mesma situação de extrema vulnerabilidade", recomendou um ancião contactado por telefone.

Ele sugere que a ajuda às zonas afectadas pela seca devia ser contínua, "porque às pessoas precisam de se alimentar todos os dias, mas estão limitadas colocando a sua sobrevivência em risco.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados