Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

UNITA mantem Congresso para Dezembro e suspende militantes que impugnaram o processo   DIIP desmantela rede de tráfico de seres humanos Mais de 90 quilos de cocaína e crack incinerados pelo SIC Segurança encontrado morto com tiro na cabeça no Cazenga
×

Exclusivo: Sakala e Katchiungo ‘escondem’ a sete chaves cartada final para o Congresso da UNITA

Exclusivo: Sakala e Katchiungo ‘escondem’ a sete chaves cartada final para o Congresso da UNITA


Quadros e membros de direcção da União para Independência Total de Angola (UNITA) escondem a sete chaves a questão sobre a multiplicidade de candidaturas à presidência do maior partido na oposição em Angola, depois de o Tribunal Constitucional (TC) ter anulado o XIIIº Congresso Ordinário dos maninhos, que elegeu Adalberto Costa Júnior como líder do Galo Negro.

Por: Wilmer Cahango

Dentro de dias, a UNITA irá a congresso para eleger o novo presidente, por imposição do Constitucional. Nesta altura, a direcção e até militantes seniores estão remetidos ao silêncio sobre possíveis oponentes de Adalberto Costa Júnior na liderança do partido.

Numa conversa por telefone com o NA MIRA DO Crime, Alcides Sakala revelou que "esse momento é estratégico e nada pode ser dito, esperando o que será definido pela comissão política”, que se reúne hoje, quarta-feira, 20.

 Sakala que foi o segundo candidato mais votado novo XIIIº Congresso (anulado) dos maninhos que elegeu Adalberto Costa Júnior, também não respondeu se estaria disponível a uma segunda candidatura.

"Tudo ainda está indefinido. Tudo isso irão saber dentro de dias em comunicado que se vai apresentar a comunidade nacional e internacional face os novos desafios", referiu.

Quem também se esquivou a responder a pergunta do NA MIRA, foi José Pedro Katchiungo, que alegou não ser a pessoa indicada para falar sobre o assunto.

Outro dirigente do galo negro questionado se haverá ou não outras candidaturas para a presidência do partido, foi o líder juvenil do partido, Agostinho Kamwango que limitou-se a dizer que o evento será baseado nos estatutos do partido.

Lembra-se que no XIIIº Congresso da UNITA, realizado em Novembro de 2019, em Luanda, Adalberto Costa Júnior conquistou 50% mais um dos votos, conforme previsto nos estatutos da União Nacional para a Independência Total de Angola, tendo derrotado na concorrência Alcides Sakala Simões, Abílio Kamalata “Numa”, Raúl Danda (de feliz memória) e José Pedro Katchiungo.

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados