SARPCCO: Director-geral do SIC trabalha na África do Sul - Na Mira do Crime
Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Capturados marginais que violaram professora de 54 anos de idade, vítima foi golpeada com martelos na cabeça TALATONA: Marginais vestidos com coletes do SIC sequestram irmãs e pedem resgate de 2 milhões de Kwanzas DIIP-Zango detém marginal altamente perigoso de nome “Boutique” Grupo de marginais “Craveras” e “Os Tribunais” controlam parte do Zango 4
×

SARPCCO: Director-geral do SIC trabalha na África do Sul

SARPCCO: Director-geral do SIC trabalha na África do Sul


O Director Geral do SIC, Comissário-Chefe, António Paulo Bendje encontra-se desde o princípio da tarde de domingo, na República da África do Sul, onde participa, a partir de hoje, segunda-feira, 30, na Reunião dos Comandantes de Polícia da SADAC, SARPCCO.

Por: Belchior Resende

Na agenda, constam assuntos ligados a análise da criminalidade na região Austral.

Será ainda realizada a reunião do Sub-Comité dos Chefes dos Gabinetes Nacionais da Interpol, num encontro em que participam 15 países, onde são  representados pelos Directores de Investigação Criminal.

Em discussão, e na abordagem central, constam dentre os vários temas, o Uso das Capacidades de Policiamento da Interpol, a estratégia da Interpol para o combate ao terrorismo no Leste e Sul de África, o Projecto de Operações Conjuntas Africanas contra os crimes cibernéticos (AFJOC), a criminalidade trasnacional organizada em África, entre outros.

A nível do Serviço de Investigação Criminal ( SIC), para além do Director Geral, participam o Subcomissário de Investigação Criminal, Destino Pedro, Director do Gabinete Nacional da Interpol e o Intendente de Investigação Criminal, Simão Cololo, especialista de Investigação Criminal e oficial do Gabinete do Director Geral do SIC.

Lembrar que a SARPCCO é um órgão do Comité Inter-Estatal de Defesa e Segurança da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) e tem como missão promover, reforçar e perpetuar a cooperação e encorajar estratégias conjuntas para a gestão de todas as formas de crimes transfronteiriços, com implicação sub-regional.

A actividade termina no dia 4 de Junho

Você pode partilhar este post!




Artigos Relacionados